:::: MENU ::::

COMUNICADO BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE MELO QUE SOLICITARAM A PASSAGEM à INATIVIDADE  DEVIDO A PROBLEMAS INSANÁVEIS COM A DIREÇÃO  DOS BOMBEIROS DE MELO.

  • Jun 26 / 2017
  • Comentários desligados
Sem categoria

COMUNICADO BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE MELO QUE SOLICITARAM A PASSAGEM à INATIVIDADE  DEVIDO A PROBLEMAS INSANÁVEIS COM A DIREÇÃO  DOS BOMBEIROS DE MELO.

Estamos de luto

O que aconteceu recentemente em Pedrogão Grande, deixa-nos a todos a refletir a essência da vida Humana, aquilo que desempenhamos verdadeiramente em prol do outro, o sermos voluntários mesmo com o sacrifício da própria vida.

Como Bombeiros damos a nossa vida em prol do próximo, deixamos as nossas famílias, abdicamos do nosso tempo e das nossas férias para estarmos sempre prontos para ajudar os outros quando precisam, sem nada pedirmos em troca.

O trabalho do Bombeiro é feito de um conjunto de protocolos, regras, equipamentos e coragem. Um Bombeiro está sempre pronto para a ação durante 24 horas por dia, 7 dias por semana e 12 meses por ano. Ser Bombeiro é muito mais do que apagar incêndios, é levar esperança às pessoas que já não acreditam que podem sair de situações limite.

No entanto, nem sempre o nosso trabalho é reconhecido infelizmente, só nós sentimos verdadeiramente, o que é usar esta farda.

Assim sendo e devido aos vários problemas que temos sentido na nossa Associação, que são do conhecimento de todos, decidimos por livre e espontânea vontade, 37 elementos da corporação, pedir ao nosso Comandante que nos permitisse passar para a Inatividade.

Sabemos que até á data só o nosso Comandante se tem preocupado connosco e tem feito tudo que está ao seu alcance para resolver esta situação, sem que mais ninguém se tenha preocupado e ajudado. Por isso agradecemos tudo o que ele tem feito por nós. Defende-nos com unhas e dentes, mesmo sabendo que em primeiro lugar estão as nossas obrigações.

Desde a entrega do nosso pedido de Inatividade, o Sr. Comandante realizou várias reuniões connosco para tentar demover-nos de seguir em frente, explicando-nos que em primeiro lugar apesar de todas as injustiças, em primeiro lugar deveria estar a Associação que merece o respeito de todos nós e o socorro das populações.

Portugal precisa de nós, e mesmo sabendo que teremos as nossa razões, a falta de respeito que temos sentido, os nossos sentimentos magoados, o nosso orgulho em sermos Bombeiros ter sido ferido, nada mais poderá ser mais importante, que o apelo que infelizmente esta situação, causa em nós.

Queremos ajudar, mas isso só nos compreendemos. Não podemos ficar quietos quando precisam de nós. Quando há bombeiros a morrer…

Este momento é muito triste, todos nós o sabemos, mas ninguém mais do que nós enquanto voluntários sentimos essa tristeza, em não podermos desempenhar as nossas obrigações, apoiar os nossos amigos que tanto tem sofrido ultimamente.

Não sentimos, que ao tomar esta atitude, estejamos a dar um passo atrás, ou a ser cobardes, apenas todos nós sentimos que as nossas obrigações em socorrer as populações, falaram mais alto. Tudo o resto será resolvido, posteriormente.

Os verdadeiros homens, são aqueles, que mesmo com toda a razão do mundo, depois de terem sido atacados, conseguem baixar as armas em busca de um objectivo bem maior … a vida humana.

O nosso Comandante, conseguiu mostrar-nos que esta não era a forma de resolver a situação neste momento. Tenham orgulho em todo o trabalho que temos desempenhado, em conjunto com o nosso comandante, a elevar mais alto o nome da nossa Associação.

Tudo o resto, aconteceu é verdade, não pode ser apagado, cada um de vós deve fazer o seu juízo de valor, uns devem pensar que não devíamos ter voltado atrás, outros pensaram que foi a melhor atitude…

Para nós, sentimos que é esta melhor forma de homenagear o nosso colega que morreu no cumprimento da sua missão, homenagear as famílias e pessoas que infelizmente perderam a vida, nesta luta desigual, contra a natureza.

Infelizmente, vocês devem perguntar a vós próprios, o que terá levado, a que 37 bombeiros tenham tomado esta atitude. Algo de muito grave aconteceu, mas isso neste momento não é o mais importante, teremos tempo para resolver tudo isso, estamos unidos, ao contrário do que muita gente possa pensar.

Jamais deixaremos que a Associação Humanitária dos Bombeiros de Melo seja banalizada, na tentativa de nos submeterem a uma qualquer secção de uma outra qualquer Instituição.

Também podem ter a certeza que se voltarmos a ser, desrespeitados, cá estaremos para lutar pelos nossos valores e princípios, pois toda esta situação não pode ser esquecida e apagada, no entanto estamos mais uma vez a dar este passo, solicitando a quem de direito cumpra aquilo que foi acordado.

E podem ter a certeza, que estamos com o nosso Comandante, e não queremos que se demita. Ele sem dúvida sempre nos respeitou, e deu-nos o orgulho de pertencer, a uma Corporação de Bombeiros com princípios de respeito, disciplina, formação, voluntariado, como esta casa merece e todos nós merecemos.

Apenas pedimos que nos deixem ser Bombeiros, que nos deixem continuar a exercer o voluntariado e exigimos respeito.

Lutem vocês por nós também.

Obrigado

 

Comments are closed.

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados